Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Bruxelas aceita receber só em janeiro draft do OE

  • 333

alberto frias

Novo ministro das Finanças reuniu-se em Bruxelas com comissários europeus. Mário Centeno ficou satisfeito com resultado das conversações

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O Governo português só apresentará o "draft" do novo Orçamento do Estado em Bruxelas em janeiro, de acordo com os resultados da reunião de Mário Centeno com os comissários europeus Pierre Moscovici (Assuntos Económicos) e Valdis Dombrovski (euro).

Segundo Mário Centeno, a reunião com os comissários "correu muito bem", tendo os resultados sido mais otimistas do que pensava. O novo ministro das Finanças encontrou-se igualmente com o presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, e também com a comissária da Concorrência, Margrethe Vestager.

O ministro das Finanças só não conseguiu encontrar-se com o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, que presidirá na segunda-feira à próxima reunião dos ministros das Finanças da zona euro.

A Comissão tinha vindo a exigir ao anterior Governo a apresentação urgente do "draft" do orçamento, o que Passos Coelho recusou e desvalorizou. O PS insistia nessa altura que o documento devia ter sido entregue, porque "era uma obrigação" do Governo.

Aparentemente, Bruxelas mostrou-se mais complacente com o novo Executivo de António Costa. O orçamento deste Governo tem de cumprir com várias exigências acordadas com as esquerdas.