Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Reações, elogios, críticas, avisos e presenças históricas: o dia em que a esquerda regressou ao poder

  • 333

José Carlos Carvalho

Já há novo governo em Portugal. Na cerimónia de tomada de posse, Cavaco sublinhou que as dúvidas que levantou não foram “totalmente esclarecidas” e avisou que não abdica de nenhum dos seus poderes - incluindo o de demitir o Governo. António Costa disse que tem um Executivo que será “duradouro” e “para uma legislatura”. Estivemos em direto e agora passamos a diferido - de forma a que possa revisitar o dia em que o PS regressou ao poder, agora com o apoio (e a histórica presença na tomada de posse) dos partidos à sua esquerda

Marta Gonçalves

Marta Gonçalves

Texto

Jornalista

Helena Bento

Texto

Jornalista

Iryna Shev

Iryna Shev

Apontamentos no local

Liliana Coelho

Liliana Coelho

Texto

Jornalista

José Carlos Carvalho

José Carlos Carvalho

Fotos

Fotojornalista

Luís Barra

Luís Barra

Fotos

Fotojornalista

  • Novo Governo. Os desafios que Costa vai enfrentar

    Elaborar o Orçamento de Estado para 2016, vender o Novo Banco, fazer nomeações para cargos públicos, recuperar a maioria do capital da TAP: estes são alguns dos desafios que a equipa de Costa tem pela frente. Veja a lista

  • Quem são, o que pensam e o que disseram os 17 ministros de Costa

    António Costa não perdeu tempo: no mesmo dia em que foi indigitado primeiro-ministro por Cavaco Silva, o líder socialista enviou para Belém a lista de ministros e secretários de Estado. Há surpresas - a escolha de Francisca Van Dunem para a Justiça é uma das maiores -, a Educação terá um dos mais novos ministros de sempre, há regressos anunciados - Vieira da Silva, Ana Paula Vitorino, Augusto Santos Silva, entre outros - e estreias de nomes conhecidos - João Soares ou Azeredo Lopes. Há três ex-ministros de Sócrates, quatro mulheres e 17 ministérios. Este é o perfil - um a um - dos 17 ministros e do primeiro-ministro (e juntamos ainda três secretários de Estado)