Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Primeiro-ministro indiano felicita Costa: “Conto reforçar as relações bilaterais”

  • 333

ANINDITO MUKHERJEE / Reuters

Quando Costa derrotou Seguro na corrida à liderança do PS, os jornais indianos festejaram, chamando-lhe “Gandhi de Lisboa”. Desta vez, é o próprio chefe de Governo indiano que reage, no Twitter

O Governo liderado por António Costa toma posse esta quinta-feira, depois de o líder socialista ter sido indigitado primeiro-ministro por Cavaco Silva. Na altura, as reações surgiram imediatamente, entre os partidos de esquerda - para quem o chefe de Estado andou até aqui a “perder o tempo” - e os de direita - que consideraram a novidade uma “subversão da vontade dos portugueses”. Agora, chega nova reação, mas desta vez fora de portas: é que o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, utilizou esta quinta-feira a sua conta do Twitter para felicitar António Costa.

Em 140 caracteres, Modi dá os parabéns a Costa “por se tornar o primeiro-ministro de Portugal” e deixa uma promessa.

O tweet do primeiro-ministro indiano ganha relevância devido às origens do próximo primeiro-ministro português: é que Costa tem ascendência goesa pela parte do pai, o escritor Orlando Costa, mas só foi pela primeira vez à antiga colónia portuguesa quando tinha 17 anos.

Esta não é a primeira vez que a Índia reage às vitórias de Costa. Quando o secretário-geral do Partido Socialista derrotou António José Seguro nas primárias do partido, o jornal indiano “Firstpost” escreveu um artigo em que destacava as origens goesas de Costa; outras publicações foram mais longe, apelidado o socialista de “Ghandi de Lisboa”.

Agora, além das felicitações do governante indiano, novas repercussões: é que o jornal “Times of India” já reagiu à indigitação de Costa, num artigo intitulado “Viva António Costa, o homem de Goa em Portugal”. Há ainda várias peças dedicadas a descobrir quem é António Costa , todas referindo as origens goesas do socialista.