Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo diz que chega de “brincar” ao “Governo cai, não cai”

  • 333

Marcos Borga

O candidato anti-Cavaco continua. O atual Presidente avisa que ainda pode demitir o Governo? Marcelo diz que “prolongar o clima de crise não é bom para ninguém”

Marcelo Rebelo de Sousa mantém-se na sua - decidiu candidatar-se a Belém na posição de negativo de Cavaco Silva. Esta quinta-feira, minutos depois de o Presidente da República ter dado posse a António Costa com avisos de que o seu poder de demitir o Governo está intacto, Marcelo veio reclamar que se deixe o Governo trabalhar e que se evite prolongar um clima de crise latente.

"Não podemos brincar com coisas sérias", "os portugueses estão fartos do clima de crise", "não vamos prolongar crises por mais meses", afirmou o candidato presidencial. Na sua opinião, o que agora interessa é "ver se o Governo governa" e "o que fará o próximo Presidente da República".

Sem dizer o que fará se for ele o eleito, Marcelo Rebelo de Sousa sinalizou que não defende um prolongamento da incerteza sobre o futuro do novo Executivo. "Prolongar o clima de crise não é bom para nibguém." Agora, defendeu, o tempo é de deixar o Governo governar.