Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD diz que a “democracia foi encurralada”

  • 333

Alberto Frias

Vice-presidente social-democrata Marco António Costa reagiu ao anúncio da indigitação do novo Governo dizendo que caberá agora ao PS assumir as suas responsabilidades, com o apoio da “esquerda radical”, voltando a frisar que os socialistas não vão poder contar com os seus votos para as “decisões que careçam apoio parlamentar”

“A democracia foi encurralada e foi subvertida a vontade popular portugueses”, afirmou Marco António Costa numa primeira reação do partido à indigitação do Governo PS.

“É óbvio que foi criada uma crise política pelo PS com o objetivo de chegar ao poder”, acrescentou, referindo que, dada a circunstância excecional de o Presidente da República não poder convocar eleições antecipadas neste semestre final do seu mandato, não restou outra opção a Cavaco Silva senão indigitar o Governo PS.

O PSD considera contudo que a alternativa apresentada pelos socialistas, com o apoio da “esquerda radical”, apresenta “fragilidade e inconsistência”, tendo “subjacente uma estratégia económica que nos suscita reservas e preocupações”.

Marco António Costa disse que se arrisca a que os esforços levados a cabo pelos portugueses nos últimos anos sejam “deitados pela janela fora” devido a “vontades populistas”, mas que compete agora ao PS assumir as suas responsabilidades.

“Não concordamos, nem subscrevemos, nem apoiamos politicamente esta opção”, frisou, realçando que o PS terá de se voltar para os partidos de esquerda com os quais estabeleceu pactos quando tiver “decisões que careçam de apoio parlamentar”.