Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa. “Também não pedi a mão ao PSD”

  • 333

Marcos Borga

Passos disse aos socialistas que não contassem com a ajuda do PSD. Costa responde

“Também não pedi a mão ao PSD.” Foi assim, sem mostrar grande preocupação, que António Costa reagiu às questões dos jornalistas sobre a falta de apoio, já declarado, da direita. À saída da sede do Partido Socialista no Largo do Rato, o agora primeiro-ministro indigitado fugiu às questões sobre a tomada de posse.

“O sr. Presidente da República comunicará ao país, no momento em que entender, o que entender comunicar ao país, respondeu por três vezes António Costa, que confirmou ainda que a lista com a constituição do novo governo já foi entregue a Cavaco Silva.

Na passada sexta-feira, Pedro Passos tinha sido bem claro: quando o socialistas dependerem dos votos do PSD ou do CDS-PP, o melhor é Costa demitir-se. “O PS não tem nenhuma legitimidade para nos pedir seja o que for. No dia em que o PS tiver de depender dos votos do PSD ou do CDS-PP para aprovar alguma matéria que seja importante, eu espero é que o doutor António Costa peça desculpa ao país, diga que enganou o país na solução que corporizou ao derrubar o Governo anterior para poder oferecer um Governo minoritário e instável no parlamento, e se demita", afirmou.

Esta terça-feira, Cavaco Silva indigitou António Costa como primeiro-ministro . Poucas horas depois, o líder socialista entregava a lista com os nomes que nos vão governar.