Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Atentados de Paris. Cavaco apela a retaliação “sem contemplações”

  • 333

O chefe de Estado defendeu que os atentados de Paris representam um ataque a “toda a Europa Ocidental”

RAFAEL MARCHANTE

O chefe de Estado falava aos jornalistas na chegada à ilha da Madeira, onde vai estar em visita oficial até esta terça-feira. Para Cavaco Silva, justifica-se o uso de todos os “meios necessários” para pôr fim à ameaça terrorista

O Presidente da República já está na Madeira em visita oficial, e falou no final desta manhã aos jornalistas sobre os atentados de Paris. Para Cavaco Silva, cabe agora à Europa “dar uma resposta firme, determinada e sem contemplações aos terroristas”.

O chefe de Estado frisa que os países europeus devem mostrar “coordenação e união” para combater a ameaça terrorista, utilizando “os meios que forem necessários”. Cavaco Silva sublinha que a Europa deve “afetar meios humanos, materiais e financeiros” para responder ao autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), uma vez que este constitui um “inimigo tão violento quanto sofisticado”.

Declarando que os ataques ocorridos da passada sexta-feira em Paris representam um ataque a “toda a Europa Ocidental”, Cavaco defende que se o Velho Continente quiser manter-se como “um espaço de paz e liberdade” “não poderá continuar de braços caídos”.

O chefe de Estado encontra-se em visita oficial na Madeira, voltando ao continente já esta terça-feira. Durante a passagem pela ilha, Cavaco planeia visitar várias empresas e encontrar-se com o representante da República, Ireneu Barreto, e o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, na Assembleia Legislativa.