Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Portugal como a Grécia? “Não consigo conter a imaginação dos jornalistas”

  • 333

Marcos Borga

Mário Centeno recusa que Portugal esteja a aproximar-se do caminho da Grécia e contrapõe os inúmeros artigos jornais internacionais que suscitam esse tema dizendo que não pode conter a imaginação de quem os escreve

Portugal “seguramente não” irá seguir o caminho que foi seguido pela Grécia, afirmou esta noite Mário Centeno, em entrevista à RTP 3. Confrontado com vários artigos publicados na imprensa internacional nos últimos dias que apontam nesse sentido, Centeno ironiza: “Não consigo conter a imaginação dos jornalistas”.

“Por causa das políticas que estão neste documento [do programa de governo do PS] não haverá um novo resgate”, respondeu.

“O que nós apresentámos foi um conjunto de medidas que vira a página da austeridade, de forma controlada e financeiramente responsável”, adiantou.

“O conceito de austeridade, que se aplica às vezes erradamente, está associado a cortes de salários e pensões, e aumentos de impostos. O que propomos é uma alteração desta visão mas dentro do Tratado [Orçamental]”, isto é, cumprindo o rigor orçamental.

Estas afirmações foram proferidas esta quarta feira à noite, numa entrevista de Mário Centeno à RTP3. Mário Centeno liderou o grupo de economistas do PS que preparam o quadro macroeconómico que sustentou o programa eleitoral e o programa de governo, sendo apontado como futuro ministro de um Executivo de António Costa, caso o Presidente Cavaco Silva convide o líder socialista a formar governo.