Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD agarra comissão parlamentar de Orçamento e Finanças

  • 333

Luís Barra

A oposição ao Governo de esquerda vai passar por ali: deixaram ao PS a Comissão de Assuntos Constitucionais, mas escolheram à cabeça a de Orçamento e Finanças

Não é uma escolha inocente. Passos Coelho avisou que vai fazer oposição cerrada ao Governo de esquerda e um eixo central dessa oposição passará, inevitavelmente, pelas contas do Estado. Daí que os sociais-democratas nem tenham pestanejado: escolheram presidir à Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças.

''Pelo menos aqui, a regra de que quem ganhou as eleições tem prevalência, ainda vale'', ironizava um dirigente social-democrata. Ainda sem revelar quem será o deputado escolhidio para a Comissão em causa.

É seguro que não será Maria Luís Albuquerque, porque as comissões serão empossadas amanhã e, estando o Governo de direita ainda em funções, Maria Luís ainda será ministra das Finanças. Pela mesma razão, nenhum dos ex-ministros que regressar ao Parlamento poderá assumir a presidência duma comissão.

O PSD deixou ao PS a presidência da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, outra das mais cobiçadas e que até aqui era presidida pelo social-democrata Fernando Negrão, hoje ministro da Justiça. Mas ficou acordado que os dois partidos da coligação presidirão, além da Comissão de Orçamento, à de Economia (que caberá ao CDS) e à da Segurança Social.

O PSD também ''agarrou'' a Comissão de Assuntos Europeus. Deixando ao PS a dos Negócios Estrangeiros.