Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Caldeira Cabral: “Terei muito gosto em integrar esse Governo”

  • 333

Manuel Caldeira Cabral chama "ridícula" à estratégia que o Governo adotou para aumentar as exportações, com base na compressão salarial, e diz que estas medidas "só quiseram facilitar a flexibilidade e o despedimento"

Tiagp Miranda

Manuel Caldeira Cabral é dado como ministro da Economia num Governo de António Costa, se este for indigitado por Cavaco Silva. Questionado sobre a sua disponibilidade, disse ainda é cedo para falar. Mas teria muito gosto

A declaração foi feita esta noite na SIC Notícias, num frente a frente com Teresa Leal Coelho, do PSD. Questionado pelo jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho sobre se aceitaria um convite para ser ministro da Economia de António Costa, Manuel Caldeira Cabral respondeu: "Terei muito gosto em integrar esse Governo, se isso for bom para o país, mas não quererei especular sobre esse Governo que ainda não existe". Já antes respondera que "não vou discutir isso aqui nem é o momento para fazê-lo."

Ironizando, Teresa Leal Coelho comentou de seguida que "Manuel Caldeira Cabral concorre para o lugar de ministro da Economia com Catarina Martins e com Jerónimo de Sousa..."

Ao longo dos últimos dias, vários têm sido os nomes apontados na imprensa como ministeriáveis num Governo PS. Manuel Caldeira Cabral, economista da Universidade do Minho, consta dessas listas. Próximo de António Costa, Caldeira Cabral assessorou Manuel Pinho em matérias relacionadas com empreendedorismo no anterior Governo de José Sócrates.