Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

BE propõe fim da prova dos professores e dos alunos do 4.ºano

  • 333

Marcos Borga

Bloquistas esperam apoio do PS e do PCP para reverter estas "maldades que a direita fez ao país"

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

"O Bloco de Esquerda conseguiu agendar", começou por anunciar Pedro Filipe Soares, o líder parlamentar do BE, no final da conferência de líderes desta quarta-feira. O "conseguimento" tem a ver com duas iniciativas para revogar duas das medidas mais polémicas do anterior governo em matéria de Educação. Por um lado, o fim da prova dos alunos do 4.º ano; por outro, acabar com a prova de aptidão e competência dos professores.

"Matérias essenciais, importantes", disse o dirigente bloquista, para justificar que tenham entrado no topo das prioridades do partido no Parlamento. "Queremos reverter as maldades que a direita fez ao país", frisou Pedro Filipe Soares.

Terá a iniciativa do BE o apoio dos outros partidos de esquerda, no quadro da nova maioria que derrubou a coligação? Certezas, o BE parece não ter, mas tem essa expectativa.

"Temos a perspetiva que decorre dos programas eleitorais dos partidos", respondeu o bloquista. "Nos programas eleitorais, PSD e CDS rejeitavam, PS, PCP e PEV aprovavam."