Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PCP. “Mal de nós se fechássemos a porta que a luta do povo abriu”

  • 333

Marcos Borga

João Oliveira considera que a política do Governo foi “injusta e desigual”, resultando em “consequências dramáticas” para os portugueses. “Foi a luta dos trabalhadores e do povo que nos trouxe até aqui”, garantiu

Durante a intervenção do PCP, o deputado João Oliveira frisou esta manhã no parlamento que a perda da maioria absoluta por parte da coligação nas legislativas foi resultado da avaliação negativa dos portugueses às políticas de austeridade.

“Foi a luta dos trabalhadores e do povo que nos trouxe até aqui, que conduziu ao isolamento político e social do Governo PSD/CDS. A luta de quem não sentiu defendidos os seus direitos e que perdeu a dignidade. (...) Foi um programa injusto e desigual nas suas soluções com uma dimensão dramática das consequências", afirmou o deputado comunista.

"Mal de nós se fechássemos agora a porta que a luta do povo abriu", reforçou.

Defendendo que o Executivo PSD/CDS desrespeitou compromissos e empurrou o país para o empobrecimento, João Oliveira realçou que o Governo liderado por Pedro Passos Coelho há muito que perdeu a legitimidade.

“Venceu a esperança quando quiseram impôr o medo e ameaça-Rejeitar o programa de governo e derrotar o Governo PSD/CDS são os primeiros passos para concretizar a vontade do povo”, concluiu.