Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Morais Sarmento: “Governador do Banco de Portugal não dura três meses”

  • 333

Nuno Morais Sarmento

FOTO TIAGO MIRANDA

Social-democrata prenuncia: “Costa vai conseguir que acabemos num segundo resgate”

António Costa "vai conseguir que nós acabemos num segundo resgate", afirmou Nuno Morais Sarmento esta noite na Rádio Renascença. Numa intervenção muito crítica em relação ao secretário-geral do PS, o ex-ministro do PSD diz que um governo de esquerda é um governo “sem legitimidade política”, mesmo que cumpra "os requisitos legais mínimos", do ponto de vista do respeito pela Constituição.

Comentando uma notícia do Expresso de sábado, que revelava que o PS está preparado como negociar um aumento de capital de até dois milhões de euros do antigo BES com Bruxelas, Sarmento afirmou que “António Costa vai usar a aventura do Novo Banco para esta questão do Orçamento e a situação das contas públicas em 2016. Escreva o que lhe digo: O governador do Banco de Portugal, que me ouviu aqui criticar muitas vezes, não dura três meses." Carlos Costa "tem que ser a vítima útil deste exercício".

“Se a única coisa em que PS, PCP e BE coincidem é naquela lista de medidas de Natal que tomámos conhecimento, se este é o património positivo do acordo e se no resto não estão em acordo, não construímos país", concluiu o militante do PSD.

“Nós não temos [Governo] para quatro anos coisíssima nenhuma", sentenciou. "Uma coisa são os cheques em branco, outra coisa é a garantia de viabilização do orçamento do Partido Socialista".