Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“Este ainda é um pesadelo evitável”, insiste o PSD

  • 333

O deputado social-democrata Leitão Amaro reitera que os portugueses escolheram Pedro Passos Coelho para liderar o Governo, acusando a esquerda de se juntar na “conveniência” para derrotar o Executivo

"O Governo fez o caminho difícil das pedras, quando dobrou o Cabo das Tormentas e agora dizem dá cá. É a minha hora", afirmou esta manhã o deputado do PSD Leitão Amaro, sublinhando que ainda é possível evitar a queda do atual Executivo.

Defendendo que a coligação encontrou o país, no início da legislatura anterior, numa "situação difícil" e que após quatro anos recuperou a sua autonomia com o fim do programa da troika, Leitão Amaro acusou os partidos da esquerda de se unirem na "conveniência". "Talvez na conveniência é que se vê a farinha do mesmo saco", ironizou.

Em crítica à euforia do PS, BE, PCP e PEV, o deputado social-democrata lembra que ainda é possível cancelar a moção de rejeição ao programa do Governo. "A vocês parece um sonho, a mim parece-me um pesadelo e a esta hora ainda é evitável”, declarou.

Afirmando que foi Pedro Passos Coelho que os portugueses escolheram para liderar o Governo, Leitão Amaro deixou um recado para a oposição: "A vontade do povo não foi essa e sabe que está cá para depois para vos julgar".