Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Jerónimo: “A coligação estragou a vida a milhões de portugueses”

  • 333

ANTÓNIO COTRIM / Lusa

Líder comunista diz que a austeridade levada a cabo pela coligação foi uma “opção política”, conduzindo o país a um maior empobrecimento e exploração

Jerónimo de Sousa defendeu esta tarde no Parlamento que os resultados das legislativas do passado dia 4 de outubro demonstraram que era necessário retirar consequências políticas e constitucionais, que vão resultar na moção de rejeição ao programa do Governo.

“Os resultados eleitorais expressaram a derrota do Governo e da sua política. A coligação estragou a vida a milhões de portugueses, foi o Governo que empurrou milhão e meio para fora do país, que andou quatro anos a enfernizar as suas vidas, as suas carreiras e a sua colocação”, declarou o líder comunista.

Jerónimo considera que a austeridade levado a cabo pelo Executivo PSD/CDS foi uma “opção política”, rejeitando os argumentos do Governo.

Afirmando que o resultado das políticas foi mais “exploração” e “empobrecimento”, o líder do PCP sustentou que enquanto “aumentaram as fortunas nuns tantos, os pobres aumentaram”.