Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Catarina. “Não são jogadas políticas. É a democracia a funcionar”

  • 333

Marcos Borga

Porta-voz do Bloco de Esquerda mostrou-se satisfeita com o facto do atual programa do Executivo ser rejeitado esta terça-feira

A porta-voz do BE rejeitou esta tarde a acusação de Passos Coelho e de Luís Montenegro de que o acordo à esquerda está a ser conduzido por jogadas políticas.

“Isto não são jogadas políticas. É a democracia a funcionar, que rejeitou este programa, que a Assembleia da República rejeitará também”, declarou Catarina Martins.

Falando num programa da coligação que “antes de o ser já não era”, a porta-voz do BE congratulou-se com o facto da rejeição do atual programa do Executivo estar dada como certa, com quatro moções anunciadas.

Quanto às medidas que constam do programa do PSD/CDS, Catarina Martins falou numa espécie de “mixórdia de temáticas” ao nível dos rendimentos, num “rídiculo programa VEM” que tem como alvo os jovens emigrantes e em políticas que privilegiam o “parasitismo financeiro”.