Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Maria de Belém espera que Portugal “futuro com serenidade”

  • 333

FOTO José Carlos Carvalho

A candidata presidencial escusou-se a comentar a proposta de programa para um futuro executivo liderado pelo socialista António Costa

A candidata presidencial Maria de Belém fez este domingo votos de que Portugal "encontre estabilidade" e um "futuro com serenidade", escusando-se a comentar a proposta de programa para um futuro executivo liderado pelo socialista António Costa.

"Não posso estar a fazer apreciações de algo que não conheço em profundidade. Vai tudo seguir os seus trâmites, os procedimentos adequados, e nós cá estamos para esperar que o país encontre estabilidade e, sobretudo, futuro com serenidade", referiu aos jornalistas em Mangualde, durante uma visita à Feira dos Santos.

A Comissão Nacional do PS aprovou no sábado a proposta de programa para um futuro executivo suportado também pelo Bloco de Esquerda, Partido Comunista e Partido Ecologista Os Verdes, um documento que mantém grande parte das medidas apresentadas pelos socialistas no seu programa eleitoral, mas se aproxima também de algumas das reivindicações dos partidos mais à esquerda.

A candidata à Presidência da República disse ver "com toda a naturalidade" um acordo à esquerda para formar Governo, mas ressalvou que essa é "uma matéria agora para a Assembleia da República". "Tem que haver votações na Assembleia da República, todo um caminho e todo um processo relativamente ao qual eu não posso estar a fazer previsões e cenários. Não devo fazê-lo", frisou.

No entanto, Maria de Belém considerou que "os tempos em democracia podem ser sempre aperfeiçoados", todos ganhando "em ter processos que não sejam excessivamente longos". "Mas temos que cumprir aqueles que neste momento estão em vigor, sem prejuízo de quando chegar à altura eles poderem ser mais ajustados àquilo que é a dinâmica dos tempos modernos", referiu a antiga presidente socialista.

Na sua opinião, neste momento o que "o que está em causa é que a democracia é procedimentos e valores", devendo assegurar-se que ambos são cumpridos.