Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marques Mendes sobre acordo PS/PCP: “Não chega dizer que é duradouro e para a legislatura”

  • 333

Marques Mendes comenta a atualidade política no Jornal da Noite da SIC

D.R.

Luís Marques Mendes disse que este domingo foi "um dia histórico para a política portuguesa" e está certo de que o Presidente da República indigitará António Costa primeiro-ministro

Helena Bento

Jornalista

Referindo-se ao comunicado lido este domingo por Jerónimo de Sousa na reunião do comité central do PCP, Luís Marques Mendes disse que garantir "uma solução estável e duradoura na perspetiva da legislatura" não é "suficiente" e chamou a atenção para o facto de no comunicado não ser feita qualquer referência ao orçamento, que "é tão ou mais importante que o programa do Governo".

"Não me refiro ao primeiro orçamento, mas ao segundo, ao terceiro e ao quarto .Se vingar a política do analisar caso a caso e ano a ano teremos certamente instabilidade e incerteza, e quando há incerteza não há investimento", disse em conversa com a jornalista da SIC Maria João Ruela, no seu espaço habitual de comentário.

Marques Mendes disse ainda ter muitas dúvidas em relação ao programa do Governo do PS conhecido no sábado, "já que é ali feita a promessa de baixar o défice ao mesmo tempo que aumenta a despesa e diminui a receita". "Não há milagres. É preciso perguntar: de onde vem o dinheiro para isto tudo?", questionou.

Considera, apesar disso, que este domingo foi "um dia histórico para a política portuguesa" e está certo de que o Presidente da República indigitará António Costa primeiro-ministro.