Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Acordo PS-PCP nas mãos do Comité Central

  • 333

Reunião do órgão máximo do PCP é decisiva para aprovar texto político. António Costa leva programa alternativo de governo à Comissão Nacional e só espera sinal de Jerónimo

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

A parte “mais difícil” do acordo da esquerda está feito. Inclui o aumento do salário mínimo nacional para os 600 euros no final da legislatura, o descongelamento das pensões, a redução da sobretaxa do IRS em 50% já em 2016 e o restante em 2017 ou a reposição integral dos salários da função pública no prazo de um ano. Podia ser tudo. Mas não basta. Falta o acordo que permitirá viabilizar de facto o Governo do PS. “Não é fácil”, repetiu por várias vezes o líder do PS, António Costa, em entrevista, ontem, à SIC. O PCP ainda não deu o aval a esse acordo político e aguarda a decisão do Comité Central, marcado para amanhã. Um novo Governo está, assim, nas mãos de 150 dirigentes comunistas.

Clique aqui para ler na edição impressa do Expresso