Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Assis antecipa-se à Comissão Nacional do PS

  • 333

Inicialmente marcado para o almoço deste sábado, e entretanto adiado devido à reunião da Comissão Nacional convocada para a mesma hora por António Costa, o encontro de socialistas descontentes com o rumo à esquerda do PS foi reagendado para a noite desta sexta à noite, na Mealhada

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

Afinal não é adiamento, é antecipação. O encontro de Francisco Assis com os militantes socialistas descontentes com o rumo que António Costa está a impor ao PS vai realizar-se esta sexta-feira à noite. Mantém-se o restaurante, na Mealhada, mas de almoço no sábado passou encontro à hora do jantar na sexta, por forma a permitir que o debate dos críticos tenha lugar antes ainda da Comissão Nacional - marcada para as 15h30 do dia seguinte.

"Só faz sentido realizar esta reunião antes de os órgãos nacionais tomarem decisões com carácter definitivo", explica ao Expresso Francisco Assis.

O Expresso noticiou no último sábado que Assis pretendia reunir-se esta semana "com militantes de várias zonas do país, que discordam do rumo que está a ser seguido". O próprio admitiu que "ficará então claro que há uma corrente interna crítica e alternativa".

Na passada segunda-feira, percebeu-se que o encontro tomava a forma de um almoçoo, marcado para este sábado, dia 7, num restaurante na Mealhada. Mas esta quarta-feira, perante a convocação da Comissão Nacional para uma reunião em Lisboa, a hora (15h30) que obrigava os membros da Comissão Nacional presentes no almoço a optarem por estar num lado ou no outro, Assis entendeu desconvocar o almoço.

"Só assim ficam devidamente acautelados os superiores interesses do Partido Socialista cuja salvaguarda tem de prevalecer sobre todas as divergências que internamente nos separem", justificou Assis num comunicado enviado ao final da tarde desta quarta-feira às redações. E onde acrescentava: "Deseja-se que a reunião da Comissão Nacional decorra num ambiente favorável à livre e leal troca de pontos de vista e contraposição de opiniões. Vivemos um momento de extraordinária importância na vida do nosso partido, o que obriga a um especial cuidado na observância dos princípios fundamentais que nos norteiam. Pela sua natureza e pela sua história o PS é um partido profundamente livre, plural e democrático. Adiámos um encontro em nome do respeito por esses princípios".

  • Assis explica decisão de adiar almoço deste sábado

    Em comunicado enviado às redações, o eurodeputado socialista justifica o adiamento do encontro dos críticos da estratégia da atual direção: “O PS é um partido profundamente livre, plural e democrático. Adiámos um encontro em nome do respeito por esses princípios”

  • Costa força Assis a cancelar almoço de sábado

    Francisco Assis cancelou o almoço de sábado na Mealhada, com os militantes críticos do entendimento à esquerda, depois de António Costa ter convocado a Comissão Nacional do PS para hora que colidia com o encontro