Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Assis aceita convite de Costa e vai à Comissão Política do PS

  • 333

Marcos Borga

Novos desenvolvimentos na fricção que opõe os socialistas favoráveis ao acordo à esquerda aos que não querem alinhar com BE e PCP. O PS já veio esclarecer que todos os eurodeputados socialistas receberam o mesmo convite

O ambiente de guerrilha dentro do Partido Socialista continua. Uma hora depois de Francisco Assis ter decidido esta quinta-feira antecipar a reunião com os militantes socialistas que não veem com bons olhos o acordo à esquerda, de forma a que esta não coincida com a Comissão Nacional do partido, que acontece este sábado, às 15h30, António Costa convidou Assis para estar presente na Comissão Política socialista, marcada para domingo.

Assis, que não faz parte da Comissão Política, já confirmou que vai estar presente. No entanto, o encontro que junta os militantes socialistas relutantes à formulação de um acordo político com Bloco de Esquerda e PCP continua marcado para esta sexta-feira à noite, num restaurante na Mealhada.

O Partido Socialista já se manifestou sobre o convite a Francisco Assis, esclarecendo que o mesmo foi endereçado a todos os demais eurodeputados que representam o partido.

Reunião de Assis continua marcada

Depois de se ter mostrado desfavorável à opção do líder socialista de alinhar à esquerda, Francisco Assis acabou por anunciar, na edição do Expresso do sábado passado, a sua disponibilidade para reunir-se com militantes que partilhassem a mesma posição. Assim, o encontro inicialmente previsto para acontecer este sábado e contar com a presença de duas dezenas de socialistas passou rapidamente a contar com centenas de inscrições.

A resposta de Costa não demorou: o líder dos socialistas anunciou esta quarta-feira a convocação de uma Comissão Nacional extraordinária, para o mesmo dia e hora da reunião marcada por Assis. No entanto, se o eurodeputado começou por enviar um comunicado às redações em que anunciava que o encontro ficaria assim inviabilizado e adiado sine-die, acabou esta manhã por optar antecipá-lo para a noite de sexta-feira.

  • Inicialmente marcado para o almoço deste sábado, e entretanto adiado devido à reunião da Comissão Nacional convocada para a mesma hora por António Costa, o encontro de socialistas descontentes com o rumo à esquerda do PS foi reagendado para a noite desta sexta à noite, na Mealhada

  • Assis explica decisão de adiar almoço deste sábado

    Em comunicado enviado às redações, o eurodeputado socialista justifica o adiamento do encontro dos críticos da estratégia da atual direção: “O PS é um partido profundamente livre, plural e democrático. Adiámos um encontro em nome do respeito por esses princípios”

  • Costa força Assis a cancelar almoço de sábado

    Francisco Assis cancelou o almoço de sábado na Mealhada, com os militantes críticos do entendimento à esquerda, depois de António Costa ter convocado a Comissão Nacional do PS para hora que colidia com o encontro

  • Assis. “Não vou apelar a que desrespeitem a disciplina de voto”

    “Um Governo do PS apoiado por um partido tão conservador como é o PCP e por um partido tão contraditório como é o Bloco de Esquerda inibe-nos de ter a capacidade de promover as reformas de que o país precisa”, defende o antigo deputado socialista, que este sábado se reúne com apoiantes na Mealhada