Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Cavaco acredita que Portugal vai continuar a “honrar” compromissos europeus

  • 333

TIAGO PETINGA/LUSA

Para o Presidente da República, disso depende a credibilidade do país, a confiança dos investidores e dos mercados

O Presidente da República está convencido que Portugal continuará a honrar os compromissos europeus, e reiterou esta segunda-feira que isso é fundamental para a credibilidade do país, a confiança dos investidores e dos mercados.

"Portugal é um país respeitado pelos países da União Europeia, precisamente porque é um país que assume os compromissos que estão sobre a mesa no quadro europeu aos mais variados níveis. Isso não vai mudar, é o meu convencimento", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas no Palácio de Belém, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo búlgaro, que iniciou hoje uma visita de Estado de dois dias a Portugal.

Questionado sobre as suas afirmações em junho, quando visitou a Bulgária, acerca da situação de instabilidade que se vivia na Grécia, Cavaco Silva insistiu que assumir os compromissos é fundamental para a credibilidade do país no plano internacional, para a confiança dos investidores e dos mercados e, consequentemente, para o reforço do investimento em Portugal.

"Este é o caminho que Portugal terá que continuar a trilhar", vincou, reiterando a necessidade do país respeitar os compromissos assumidos com os outros países da União Europeia, com os parceiros da NATO (OTAN, Organização do Tratado do Atlântico Norte) e "respeitando sempre as regras que fazem parte da União Europeia e da zona do Euro".

Pois, acrescentou, no plano internacional é muito importante que as relações entre os países se apoiem na "confiança e na amizade".