Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Margarida Mano. Mais uma independente na Educação

  • 333

Sem qualquer experiência política ou partidária, a ex-vice-reitora da Universidade de Coimbra chega ao Governo aos 51 anos

A ex-vice-reitora da Universidade de Coimbra (UC), Margarida Mano, é a nova ministra da Educação, sucedendo a Nuno Crato no Governo PSD/CDS.

Sem qualquer percurso partidário, a professora da Faculdade de Economia da UC chegou este ano à política, a convite de Passos Coelho, para encabeçar, como independente, a lista da coligação Portugal à Frente por Coimbra, disputando as eleições com outra vice-reitora da Universidade, Helena de Freitas, candidata pelo PS.

“Não tive dificuldade em pôr-me ao lado de Passos Coelho e de aceitar lutar ao lado dos que lutaram ao longo dos últimos quatro anos”, afirmou em julho, numa entrevista ao “Público”.

Doutorada em Gestão pela Universidade de Southampton, no Reino Unido, e especialista em Gestão da Administração Pública e Modelos de Governação na Educação, Margarida Mano era desde 2011 responsável pelo Planeamento Estratégico e Financeiro e pela Acção Social da Universidade de Coimbra. Mãe de três filhos, nasceu em Coimbra a 3 de dezembro de 1963.