Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

João Borges de Assunção,: Governo de esquerda não seria tão agressivo como o Syriza

  • 333

José Caria

João Borges de Assunção, professor da Católica e também consultor de Economia da Presidência da República, defende que os mercados não têm razões para ficar alarmados com um governo de esquerda. Portugal não é a Grécia

Não há razões para alarme. Os mercados não têm razões para ficarem assustados caso Portugal venha a ter um governo de esquerda. Quem assim pensa é João Borges de Assunção. E explicou porquê, citado pela Antena 1.

“A nossa situação financeira não é tão má como a da Grécia” e “um Governo como aquele que tem vindo a ser anunciado ou especulado na imprensa não parece ser exatamente igual àquilo que foi o primeiro governo do Syriza”, disse esta quarta-feira de manhã numa conferência sobre comportamento e previsões para a Economia portuguesa.

Para João Borges de Assunção, “seria sempre um governo mais moderado que o do Syriza, mesmo que viesse a ter algum apoio de entidades que possam ser interpretáveis como parecidas com o Syriza”. “O que significa que provavelmente não será tão agressivo naquilo que é a definição da sua vontade como foi o Syriza.”