Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Santana Lopes. “A esquerda está quase a abdicar das presidenciais”

  • 333

No habitual espaço de comentário na SIC Notícias, António Vitorino e Santana Lopes admitiram que, neste momento, o candidato mais bem colocado é Marcelo Rebelo de Sousa. O antigo deputado pelo PS acrescenta ainda que tudo “se deverá resolver na primeira volta”

“A esquerda está quase a abdicar das Presidenciais”, disse Pedro Santana Lopes esta terça-feira. No habitual espaço de comentário, onde é acompanhado por António Vitorino, o antigo líder dos sociais-democratas confessou estar “impressionado” com a postura dos representantes do PS na apresentação da candidatura de Maria de Belém à Presidência.

“O entusiasmo na assistência deixou-me muito impressionado. Quase parecia uma obrigação estarem ali” sublinhou. Esta terça-feira, Maria de Belém apresentou a sua candidatura às Presidenciais do próximo ano, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. “A [aposta da] esquerda está fraca”, acrescentou Santana.

Já António Vitorino disse acreditar que as Presidenciais se vão resolver à primeira volta e, por essa razão, lamenta a decisão do PS de não apoiar para já nenhum candidato: “O problema é que o PS está a contar com uma segunda volta que pode não acontecer. Acho que isto vai ser resolvido à primeira”.

Caso os socialistas apoiassem alguém, na opinião de Vitorino, “neste momento, o resultado das legislativas é mais benéfico à candidatura de Sampaio da Nóvoa do que Maria de Belém”.

Tal como Santana, Vitorino também acredita que a aposta da direita em Marcelo Rebelo de Sousa é mais forte, admitindo mesmo que com os candidatos atuais até “apostava cinco euros na vitória do Marcelo”. No entanto, sublinha que “não basta confiar no grau de popularidade, o que contam são os votos”.