Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Sondagem indica que Marcelo pode ganhar presidenciais à primeira

  • 333

Luís Barra

Marcelo Rebelo de Sousa pode avançar já esta semana, como o Expresso noticiou na edição impressa antecipada desta sexta-feira

Conhecidos os resultados das eleições legislativas, é tempo de falar das presidenciais. E a sondagem que o “Público” revela esta segunda-feira é clara: neste momento, Marcelo Rebelo de Sousa receberia 49,3% dos votos, ficando muito perto da maioria absoluta e da eleição logo na primeira volta. Os candidatos de esquerda reuniriam apenas, no total, cerca de 30% dos votos.

A sondagem, realizada pela Intercampus para a TVI e o “Público”, revela ainda que Maria de Belém, a segunda candidata preferida dos portugueses, contaria com 17% dos votos, e Rui Rio segui-la-ia com 15,1%. Logo depois surge António Sampaio da Nóvoa, com 10,1% das intenções de voto, enquanto Henrique Neto não ultrapassaria 1,4% das preferências do eleitorado.

No entanto, os números são pouco definitivos: para além do preferido desta sondagem da Intercampus, não ter ainda apresentado a sua candidatura oficial, 24,5% do eleitorado estará ainda indeciso.

Marcelo Rebelo de Sousa conquista boa parte dos votos em todos os grupos de eleitores, uma vez que é o preferido tanto de homens como de mulheres e leva também vantagem entre os jovens de 18 a 34 anos.

Conforme o Expresso noticiou na edição impressa antecipada desta sexta-feira, o professor e antigo líder do PSD deverá dar um sinal claro sobre a sua decisão esta semana, independentemente do que Rui Rio fizer. Recorde-se que Marcelo afirmou na semana passada ao jornal galego “La Voz de Galicia” que estaria “mais bem situado” para uma possível candidatura às eleições presidenciais de 2016 do que o seu rival Rui Rio - o mais próximo em termos de área política. Rio vence apenas nas intenções de voto de quem vive no norte do país.

Depois da passagem de Marcelo Rebelo de Sousa pelo programa de humor “Isso é tudo muito bonito mas”, da TVI, na passada sexta-feira, ficou a ideia de que o comentador vai “pensar duas vezes” na candidatura, embora pudesse ver-se um Marcelo descontraído e a colocar-se na pele de Presidente da República em vários momentos.

Regra geral, todos os partidos políticos adiaram durante esta campanha eleitoral o tema presidenciais, mas com PSD a vislumbrar a hipótese de Rio e Marcelo serem candidatos e o PS dividido entre os já candidatos Sampaio da Nóvoa e Maria de Belém.