Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“Não somos um partido de chefes ou de caudilho”

  • 333

Os tambores do grupo “Dantas, pai, filho e netos”, de Vila Verde, que acompanharam ontem Marinho e Pinto na arruada pela baixa de Braga, voltaram hoje a animar a manhã no centro histórico de Ponte de Lima, onde o PDR e o seu líder foram bem recebidos

Em passo acelerado, que deixou algum dos seus apoiantes à beira de um ataque de nervos, o advogado distribuiu panfletos e dirigiu-se insistentemente aos casais com filhos pequenos, a quem deu os “parabéns pela coragem de ter filhos em Portugal”.

A caravana seguiu para almoço num restaurante local, onde estiveram novamente perto de 300 pessoas que voltaram a ouvir o eurodeputado queixar-se da fraca atenção dada pela comunicação social à campanha do PDR.

Marinho e Pinto entretanto aproveitou a ocasião para dizer que “este partido só será verdadeiramente um partido de mudança se andar sozinho, por si mesmo, sem entronizar o seu presidente” e insistiu: “Não somos um partido de chefes ou de caudilho, mas do povo humilde”.

Antes de começar a comer, o advogado ainda teve tempo para prometer “tomar medidas para fazer investimentos no interior de Portugal” e “reabrir os tribunais que este governo fechou”, caso o povo lhe dê responsabilidades políticas no próximo domingo.

À tarde a caravana passa por Viana do Castelo, e conta terminar em Monção mas ja sem a presença de Marino e Pinto.