Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos: divulgação da carta enviada a Sócrates causa “embaraço” é a Costa

  • 333

Rui Duarte Silva

É “tiro saído pela culatra”, sustenta o primeiro-ministro em reação à manchete do “Público”, na qual se lê que “carta de Passos Coelho a Sócrates em 2011 dava apoio à vinda da troika”

Para Pedro Passos Coelho, a divulgação da carta que enviou em março de 2011 ao então primeiro-ministro José Sócrates, na qual manifestava apoio a um eventual recurso a financiamento externo, demonstra apenas “que o tempo dramático” que se vivia nessa altura ”é bem diferente do atual”.

Para o agora chefe do Executivo, a publicação da carta na edição desta quarta-feira do jornal “Público” é um verdadeiro “tiro saído pela culatra”, já que o seu conteúdo apenas pode causar “embaraço” ao líder socialista, António Costa.

“Lembra os alertas que na altura foram feitos para o grande risco de Portugal entrar em não cumprimento”, disse Passos Coelho aos jornalistas, pelo que, “como líder da oposição”, manifestou o apoio do seu partido “a qualquer decisão que o Governo tivesse de tomar para salvaguardar os interesses dos portugueses”.

“Transformar esse ato de Estado e de responsabilidade numa arma de arremesso durante a campanha” permite lembrar que “foi o atual Governo que dispensou a troika e não quem a chamou”, acrescentou Passos Coelho, afirmando ainda não fazer sentido “perder mais tempo” com esta questão.

A carta apenas disponibilizou apoio, já que “só o Governo podia efetivamente decidir”, reforçou o atual primeiro-ministro.