Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa reage à saída de Sócrates da prisão: “As coisas são como são”

  • 333

PEDRO NUNES / Lusa

Secretário-geral reage com palavras cautelosas à decisão do juiz de enviar Sócrates para prisão domiciliária

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

Em Braga, onde se encontra para uma ação de campanha, o secretário-geral do PS comentou com poucas e cautelosas palavras a notícia da ida de José Sócrates para prisão domiciliária. Fazendo votos para que "os tribunais possam julgar com total independência", recusou-se a admitir que a alteração da medida de coação do ex-primeiro-ministro possa vir a interferir na campanha eleitoral.

"As pessoas separam bem os processos. Ninguém faz confusões entre uma matéria e outra, são dois processos que correm em paralelo", afirmou António Costa.

"As pessoas determinarão o seu sentido de voto, a justiça determinará o que tiver a determinar", prosseguiu. "As coisas são como são", concluiu.