Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD. Universidade de Verão sem ‘profs’ ilustres doutros anos

  • 333

Marcelo Rebelo de Sousa tem sido presença frequente em Castelo de Vide, mas este ano não foi convidado

José Carlos Carvalho

Os sociais-democratas dão o pontapé de partida para a pré-campanha, juntando cerca de 100 alunos em Castelo de Vide, que terão como ‘professores’ ministros, antigos ministros e deputados, entre outras figuras. Mas pesos-pesados e presenças habituais do passado, como Marcelo, vão faltar em 2015

A um mês das eleições legislativas, alguns dos principais protagonistas do PSD voltam esta segunda-feira à Universidade de Verão, em Castelo de Vide, num fórum que contará também com a participação do eurodeputado Nuno Melo, do CDS.

Depois do primeiro momento da “rentrée” na Festa do Pontal, este ano partilhada com o parceiro de coligação CDS, os sociais-democratas dão o pontapé de partida para a pré-campanha juntando cerca de 100 alunos em Castelo de Vide, no distrito de Portalegre, que terão como ‘professores’ ministros, antigos ministros e deputados, entre outras figuras.

Esta segunda-feira, e depois da sessão de abertura com presidente da JSD Simão Ribeiro, e do porta-voz do PSD Marco António Costa, o primeiro convidado para os tradicionais jantares-conferência será o presidente do Lloyds Bank, António Horta Osório.

Este ano, nenhuma figura do PS foi convidada, ao contrário do que aconteceu em anos anteriores: Mário Soares esteve na edição de 2011, Luís Amado na de 2012, Correia de Campos na de 2013 e António Vitorino na de 2014.

De fora do programa ficarão também três nomes do PSD que têm sido apontados como possíveis candidatos às presidenciais do início do próximo ano: Rui Rio, Pedro Santana Lopes e Marcelo Rebelo de Sousa - este último tem sido presença frequente em Castelo de Vide.

O físico e historiador de ciências Henrique Leitão, que recebeu o Prémio Pessoa 2014, a historiadora Maria de Fátima Bonifácio e a ministra de Estado e das Finanças Maria Luís Albuquerque serão oradores nesta edição da Universidade de Verão do PSD.

A presidente da Fundação Champalimaud e antiga ministra da Saúde Leonor Beleza voltará a marcar presença, bem como o vice-presidente do PSD e ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, e o eurodeputado Paulo Rangel. O líder parlamentar do PSD Luís Montenegro será pela primeira vez orador num dos jantares-debate.

Esta será a 13.ª edição da Universidade de Verão dos sociais-democratas, uma iniciativa que tem como diretor o eurodeputado Carlos Coelho e é promovida pelo PSD, pela JSD, pelo Instituto Francisco Sá Carneiro e pelo Partido Popular Europeu, e uma vez mais terá lugar em Castelo de Vide.

Na sessão de abertura haverá intervenções de Carlos Coelho, do presidente da JSD, Simão Ribeiro, e do porta-voz e coordenador da Comissão Política Nacional do PSD, Marco António Costa. Como habitualmente, o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, fará o discurso de encerramento, no dia 30.

Os alunos da Universidade de Verão - cerca de uma centena, alguns dos quais dos países africanos de língua portuguesa, com uma média etária a rondar os 24 anos - ouvirão também o ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, e o secretário de Estado Manuel Castro Almeida falarem do programa de fundos comunitários Portugal 2020. Haverá ainda debates sobre a liberdade e segurança na Internet e a inovação social. O último orador seré Passos Coelho, presidente do partido.