Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Miguel Albuquerque. “Estive de férias, mas estive sempre a trabalhar”

  • 333

OCTÁVIO PASSOS

Miguel Albuquerque desvaloriza ausência durante mudanças no Governo Regional. E promete apoiar Passos no discurso da rentrée do PSD-Madeira

Marta Caires

Jornalista

O Governo Regional mudou, demitiu-se um secretário da Saúde e entrou um novo sem que Miguel Albuquerque tivesse alterado as férias. O presidente esclareceu tudo este sábado, pouco antes de entrar para a missa da Festa de Nossa Senhora do Monte: "estive de férias, mas estive sempre a trabalhar, todas decisões são da minha responsabilidade".

A coordenação política do todo processo foi toda dirigida por si e a partir do Algarve onde esteve nos últimos dias. Miguel Albuquerque regressou para a festa da padroeira da Madeira e parte esta segunda-feira para o Porto Santo, mas não irá ficar nas casas de férias onde antes Jardim passava as férias. As duas casas serão, depois de resolvido a questão do património, concessionadas para hotelaria.

Albuquerque mudou de alojamento, mas mantém a mesma agenda política de Alberto João Jardim e arranca a rentrée política do PSD com o discurso no Porto Santo a 21 de Agosto. E, desta vez, não se esperam ataques a Lisboa como nos tempos de Jardim. O novo líder dos sociais-democratas garantiu este sábado que será um discurso contra o isolamento da Madeira e a pensar no todo nacional, no que é importante para o País.

"Vamos estruturar um discurso a pensar no que é importante para o futuro do País e para o futuro da Madeira. Não é indiferente para a Madeira qual é o governo que vai existir ao nível do País. Hoje não existem casos isolados, hoje não vivemos isolados". Para Miguel Albuquerque não há dúvidas ou discursos para a Madeira e outros para fora. O apoio a Passos Coelho na próxima campanha será inequívoco.