Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Sete governantes vão liderar listas da coligação

  • 333

Teresa Leal Coelho é vereadora do PSD na Câmara de Lisboa (e foi candidata pela lista do Porto nas legislativas de 2011, o que faz dela uma das mais candidatas mais abrangentes dos sociais-democtratas em termos de território)

Luis Barra

Teresa Leal Coelho, que era deputada pelo Porto e é vereadora em Lisboa, encabeça lista de Santarém. João Almeida herda lugar de Portas como primeiro CDS em Aveiro

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Bernardo Ferrão

Bernardo Ferrão

Subdiretor da SIC

É uma das maiores surpresas no lote de cabeças de lista da coligação Portugal à Frente: Teresa Leal Coelho, que foi uma das dirigentes do PSD mais próximas de Pedro Passos Coelho, e vice-presidente da bancada do PSD, tendo-se progressivamente afastado do epicentro de decisões do partido, volta à ribalta como cabeça de lista do PSD por Santarém. Posição em que substitui nem mais nem menos do que Miguel Relvas, o primeiro daquele distrito em 2011.

Uma decisão que também surpreende por contrariar uma das diretrizes aprovadas pelo próprio PSD, que no Conselho Nacional determinou que não haveria autarcas entre os candidatos a deputados - Leal Coelho é vereadora do PSD na Câmara de Lisboa (e foi candidata pela lista do Porto nas legislativas de 2011, o que faz dela uma das candidatas mais abrangentes do PSD em termos de cobertura territorial).

Tal como previsto, todos os cabeças de lista foram indicados pelo PSD. Entre eles, há sete governantes: para além do primeiro-ministro, que encabeça os deputados por Lisboa, o rol inclui a ministra das Finanças, Maria Luís Albuqueque (Setúbal), o ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva (Braga), o da Defesa, Aguiar Branco (Porto), e ainda três secretários de Estado: Teresa Morais (Leiria), António Leitão Amaro (Viseu) e José Cesário (emigração - círculo fora da Europa).

Contando com os primeiros nomes do CDS já divulgados - Paulo Portas, Mota Soares, Assunção Cristas e João Almeida -, encontramos, para já, onze membros do Governo nas listas da coligação.

Três independentes ma non troppo...

Os primeiros nomes da coligação incluem ainda três independentes - o mais conhecido, Carlos Abreu Amorim, embora não tenha cartão de militante já faz parte da família social-democrata, pois repete o lugar de n.º 1 por Viana do Castelo, tal como há quatro anos.

A ele juntam-se José Carlos Barros, igualmente com forte ligação ao PSD (é presidente da Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António, autarquia onde já foi nº2, eleito pelo PSD - lidera lista de Faro) e Margarida Mano (vice-reitora da Universidade de Coimbra).

Almeida sucessor de Portas

Já era sabido que não haveria cabeças de lista do CDS, mas já foram divulgados os primeiros nomes dos centristas nos círculos mais importantes. Tal como o Expresso já havia adiantado em primeira mão, Paulo Portas troca Aveiro por Lisboa, para ser o número dois de Passos na capital.

Sintomática é a escolha de João Almeida para suceder a Portas pelo círculo de Aveiro. O secretário de Estado é natural de São João da Madeira, mas há quatro anos foi candidato pelo Porto. Agora, “herda” o lugar de Portas que sempre concorreu por Aveiro - tendo em conta que é um dos nomes na calha para a sucessão de Portas, quando este se afastar, não deixa de ser um sinal sintomático...

Assunção Cristas repete a candidatura por Leiria, mas Pedro Mota Soares salta de Lisboa para o Porto, onde o n.º 2 da lista é Marco António Costa.

Veja a relação dos cabeças de lista da coligação Portugal à Frente:

Aveiro: Luís Montenegro (primeiro nome CDS-PP: João Almeida)
Beja: Nilza Sena
Braga: Jorge Moreira da Silva
Bragança: Adão Silva
Castelo Branco: Manuel Frexes
Coimbra: Margarida Mano (Independente)
Évora: António Costa da Silva
Faro: José Carlos Barros (Independente)
Guarda: Carlos Peixoto
Leiria: Teresa Morais (primeiro nome CDS-PP: Assunção Cristas)
Lisboa: Pedro Passos Coelho (número 2 da lista: Paulo Portas)
Portalegre: Cristóvão Crespo
Porto: José Pedro Aguiar Branco (número 2 da lista: Marco António Costa; primeiro nome CDS-PP: Pedro Mota Soares)
Santarém: Teresa Leal Coelho
Setúbal: Maria Luís Albuquerque
Viana do Castelo: Carlos Abreu Amorim(Independente)
Vila Real: Luís Ramos
Viseu: António Leitão Amaro
Europa: Carlos Gonçalves
Fora da Europa: José Cesário

[Notícia atualizada às 12h45]