Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos admite que haverá devolução em 2016 de parte da sobretaxa do IRS

  • 333

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, recebe uma pintura com o seu retrato oferecido no dia do seu 51º aniversário pela Misericórdia de Pedrogão Grande, durante a sessão solene de comemoração do dia do município de Pedrogão Grande

PAULO CUNHA / Lusa

Ainda assim, ressalva que só no final do ano será “possível determinar e informar as pessoas com rigor” sobre o “valor a devolver em 2016

O primeiro-ministro disse acreditar que em 2016 haverá uma parte da sobretaxa de IRS que será devolvida. Ainda assim, sublinha que os dados da execução orçamental que são divulgados esta sexta-feira de tarde apenas dizem respeito ao primeiro semestre.

"E com esse sublinhado, porque é só o primeiro semestre, falta ver como correm as coisas no segundo, mas com os dados do primeiro semestre, eu creio que há uma boa indicação de que em 2016 haverá realmente uma parte da sobretaxa que as pessoas poderão receber como crédito fiscal", explicou Passos Coelho.

Em declarações aos jornalistas após a visita a uma nova fábrica em Pedrógão Grande, do grupo Enerpellets, Passos Coelho afirmou que só no final do ano será "possível determinar e informar as pessoas com rigor qual vai ser o valor da sobretaxa a devolver em 2016".

"Só no final do ano é que saberemos quanto é que o Estado recebeu de IRS e IVA acima daquilo que estava programado para o ano", disse o chefe do Governo.

Esta sexta-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais divulga os dados da execução orçamental relativos ao primeiro semestre.