Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD diz que a coligação oferece mais condições para a estabilidade

  • 333

Os dois partidos da atual coligação governamental deram prova de constituirem uma “plataforma de compromisso e de convergência grande”, afirmou o líder parlamentar do PSD em reação às declarações do Presidente da República

O líder parlamentar social-democrata manifestou-se esta quarta-feira convicto de que a coligação PSD/CDS é a que “oferece mais condições”para a estabilidade pretendida pelo Presidente da República, na mensagem em que comunicou a data das legislativas.

“Creio que o PR demonstrou o benefício que Portugal e a vida dos portugueses podem obter se, na pronúncia do povo português, sair uma solução governativa que garanta estabilidade, solidez, credibilidadepara não desperdiçarmos todos os resultados que temos obtido”, afirmou à agência Lusa o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro.

“Temos uma convicção profunda que a nossa candidatura, do PSD e do CDS, é aquela que oferece mais condições, não só do ponto de vista das políticas, que temos defendido e implementado no país nos últimos anos, mas também porque temos uma prova de que somos capazes, sendo dois partidos, de ter uma plataforma de compromisso e de convergência grande”, sublinhou Luís Montenegro.

O Presidente da República anunciou quarta-feira que as legislativas se vão realizar a 4 de outubro.

Na mensagem, Cavaco Silva considerou “desejável” que o próximo Governo tenha um apoio “maioritário” no parlamento e seja “sólido, estável e duradouro” para prosseguir uma política que traga mais riqueza e mais justiça social.

Nas declarações à Lusa, Luís Montenegro considerou também que o chefe de Estado foi “muito claro” a identificar os desafios que Portugal vai continuar a “enfrentar no futuro”, incluindo a necessidade de um “caminho assente na saúde financeira do Estado”.

Para Luís Montenegro, só assim vai conseguir gerar “condições para termos mais crescimento económico, mais oportunidades de emprego” e “fazer a recuperação do rendimento das famílias portuguesas”.

O líder parlamentar do PSD defendeu também, à semelhança de Cavaco Silva, uma campanha eleitoral esclarecedora.

“Os portugueses merecem que as várias propostas políticas possam ser claras e possam ser muito bem esclarecidas junto dos eleitores, porque isso é uma motivação para que haja uma grande participação nas próximas eleições legislativas, referiu.