Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Três PECs, uma privatização e um memorando. Os Verdes refrescam a memória do primeiro-ministro

  • 333

Na sua intervenção neste debate do Estado da Nação, Heloísa Apolónia, deputada d’ Os Verdes,  acusou o executivo de Pedro Passos Coelho de se ter mostrado “totalmente subserviente às elites europeias” durante esta legislatura

É mais uma aplicação para as "10 pragas socialistas" de que o primeiro-ministro falou na sua intervenção inicial. Heloísa Apolónia questionou Passos Coelho sobre o porquê de não ter admitido o facto de ter viabilizado três Planos de Estabilidade e Crescimento (do governo socialista), tendo votado também na "privatização do BPN" e assinado o acordo do resgate com a Troika. “Não o disse porquê? Para não reconhecer que o PSD também é uma praga?”, questiona a deputada.

Pedro Passos Coelho responde que a "maior responsabilidade" que lhe foi confiada foi o cumprimento de um "memorando de entendimento e livrar Portugal do resgate externo".

No que toca às medidas de austeridade impostas, o chefe do Executivo garante: “os cortes são temporários e é nesses termos que são tratados e por isso são progressivamente removidos”.