Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

22º partido quer 
ir às legislativas

  • 333

O símbolo do novo partido Nós Cidadãos

Chama-se Nós Cidadãos 
e é o mais recente 
partido português. 
Já há outro a caminho

Portugal tem, desde terça-feira, 22 partidos legalizados. Por decisão do Tribunal Constitucional, o Nós Cidadãos (NC) passou a ter existência oficial e, segundo o seu porta-voz, está “pronto a participar na campanha eleitoral das legislativas”. 

Mendo Henriques e o ex-deputado e ex-líder do MPT, Pedro Quartim Graça são dois dos fundadores do novo partido, que tem nas redes sociais a sua principal forma de angariação de apoios e acredita que “tal como em Espanha, estamos a caminho do fim da bipolaridade, o que abre caminho aos partidos emergente”. O juiz Rui Rangel e o cantor José Cid (autor do hino) contam-se entre os militantes do NC que, na terça-feira, organiza um Encontro de Cidadãos, no qual participam outros movimentos cívicos, entre os quais o Juntos Podemos. “Não somos apenas mais um partido, somos uma nova atitude na política”, disse Mendo Henriques.

O TC está ainda a estudar a legalização do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas (PURP). Os juízes detetaram uma irregularidade processual e deram dez dias para correção do erro. O PURP diz que foi  “tudo resolvido” e conta com uma decisão em breve.