Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Novas propostas ainda não chegaram às negociações técnicas

  • 333

FOTO ALKIS KONSTANTINIDIS /Reuters

A delegação grega e os representantes das instituições discutem este domingo uma forma de chegar a acordo antes da Cimeira do Euro que decorre amanhã em Bruxelas. Fontes europeias dizem que ainda não há novas propostas em cima da mesa

Houve chamadas telefónicas durante toda a manhã. O Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, falou com o Primeiro-ministro grego Alexis Tsipras e num outro telefonema, conversou também com a chanceler alemã, Angela Merkel. A terceira chamada foi para falar com a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde.

Ao nível técnico, as discussões também foram retomadas. Fonte europeia confirmou ao Expresso que as negociações com a delegação grega estão a decorrer durante o dia de domingo. Uma outra fonte adianta que o trabalho para se chegar a novas propostas continua mas que “nesta altura ainda não foram apresentadas novas propostas”.  Uma terceira fonte próxima das negociações diz também que não há propostas novas em cima da mesa.

Um avanço ao nível técnico é fundamental para que os ministros das finanças tenham o que discutir, amanhã, durante o Eurogrupo. A alternativa à falta de entendimento pode ser uma discussão sobre o incumprimento grego, ou seja, a incapacidade do tesouro helénico fazer face os compromissos financeiros. 

A 30 de junho, o Governo grego tem de pagar mais de 1,5 mil milhões de euros ao FMI. Sem as tranches em atraso do programa de assistência (7,2 mil milhões de euros), Atenas já disse que não será capaz se cumprir esse pagamento. 

Um entendimento ao nível do Eurogrupo também será essencial para que a Cimeira do Euro marcada de emergência para amanhã ajude a chegar a um acordo. O Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, esclareceu que não haverá "discussões técnicas" durante esta reunião, por isso, qualquer acordo estará dependente do que acontecer antes, ao nível dos ministros das finanças da moeda única e ao nível das negociações entre a Troika (Comissão Europeia, BCE e FMI) e a delegação grega. 

Os ministros das Finanças do euro reúnem-se amanhã às 12h30 (11h30 em Lisboa). A reunião dos 19 chefes de Estado e de Governo começa seis horas e meia mais tarde.