Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ferreira Leite duvida que deixem a Grécia cair

  • 333

Ex-ministra das Finanças diz "não é com frases agressivas que as coisas lá vão" e aponta falhas no seio da Europa. "Falta um pensamento estruturado para funcionar a moeda única".

O cenário para a Grécia complicou-se depois do final de tarde desta quinta-feira. A reunião do Eurogrupo terminou sem acordo. No entanto, Manuela Ferreira Leite tem dúvidas que as instituições europeias deixem "a Grécia cair". No habitual espaço de comentário na TVI 24, a antiga líder do PSD "acha muito difícil, nem que seja em termos políticos" que nada seja feito para salvar os gregos "da tragédia". 

Para a antiga ministra das Finanças, a Europa não está organizada e não consegue fazer funcionar a moeda única. "Falta um pensamento estruturado para funcionar a moeda única sem comprometer o crescimento dos países. Enquanto isso não se resolver vamos ter problemas deste género", afirmou Ferreira Leite. 

A Europa tem problemas, mas as instituições andam "há não sei quantos anos a olhar e não resolvem nada. E continuam sem resolver nada".  Numa alusão à crítica feita esta quinta-feira pela diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, em que dizia que para recomeçar o diálogo, era preciso haver "adultos na sala”, Manuela Ferreira Leite apenas apontou: "Não é com frases agressivas que se vai lá".

E se Portugal for arrastado?
Ferreira Leite admite que nem ela nem ninguém consegue prever o que poderá acontecer caso a Grécia entre em bancarrota. "Estamos a entrar em águas desconhecidas. Se Mario Draghi [presidente do Banco Central Europeu] não sabe, quem sou para dizer o contrário", acrescentou a comentadora. 

Quanto à austeridade, a receita já foi aplicada "vezes sem conta" na Grécia. "O povo está completamente exausto. Querem medidas que  estrutura e crescimento ao país e para isso é preciso tempo, não é imediato".