Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Jovens serão o tema do discurso de 10 de junho

  • 333

João Relvas/Lusa

Presidente da República quer acabar o mandato como o começou: falando da juventude

Cavaco Silva é coerente. Se há tema que nunca deixou de abordar ao longo dos seus quase 10 anos de mandato, foi a juventude e a necessidade de o país se preocupar com ela. Agora, na sua última intervenção no 10 de Junho, em Lamego, serão também os jovens o tema que elegeu. E serão eles — ou alguns dos melhores entre eles — os agraciados com metade das condecorações que irá atribuir nesse dia. 

Na véspera, o Conselho Nacional da Juventude organizará em Lamego um encontro com jovens de todo o país para debater “A Interioridade e os Desafios da Emancipação dos Jovens”, para cuja sessão de encerramento o Presidente foi convidado.  

Cavaco Silva foi particularmente insistente neste assunto desde o seu primeiro discurso, em 2006, tendo abordado sucessivamente o tema. Encomendou dois estudos (‘Os Jovens e a Política’, em 2007, e outro, já em 2015, sobre ‘Os Jovens e o Emprego, Mobilidade, Política e Lazer’), dedicou-lhes a sua última Conferência Internacional (maio) e fez seis roteiros em que foram o alvo, além de muitas outras iniciativas. Foi também aos jovens que pediu para fazerem ouvir a sua voz, ao tomar posse pela segunda vez, em 2011.