Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Jerónimo de Sousa acusa PSD e CDS de tentarem tornar-se salvadores da pátria

  • 333

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, durante a marcha nacional da CDU "A Força do Povo - Todos à Rua por um Portugal com Futuro", este sábado na Avenida da Liberdade, em Lisboa

ANDRÉ KOSTERS/LUSA

O secretário-geral do PCP diz que os partidos da maioria estão a "tentar transformar quatros anos trágicos de destruição e dramas do seu governo, em anos de grandes sucessos"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou este sábado o PSD e o CDS de tentarem transformar "quatro anos trágicos de destruição e dramas" em "anos de grandes sucessos", tentando tornar-se salvadores da pátria.

"O PSD e o CDS/PP, a tentar transformar quatros anos trágicos de destruição e dramas do seu governo, em anos de grandes sucessos, e quanto mais certa têm a sua derrota, mais se aprumam na empáfia e no triunfalismo. Tomam-se por salvadores da pátria, essa mesma pátria que alienaram sem escrúpulos às mãos do estrangeiro e prometem agora segurança, estabilidade e previsibilidade, eles que desestabilizaram e infernizaram a vida a milhões de portugueses", disse Jerónimo de Sousa durante a marcha "A Força do Povo", organizada pela CDU que decorreu este sábado em Lisboa.

O líder comunista acusou ainda o PS de anunciar mudanças que são uma evolução na continuidade "porque dizem que não querem levar com a porta na cara dos mandantes".