Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Governo já entregou resolução que invoca interesse público na venda da TAP

  • 333

Luís Barra

Marques Guedes escusa-se a adiantar de que forma o Governo rebateu a fundamentação da providência cautelar interposta pela Associação Peço a Palavra.

O ministro da Presidência, Marques Guedes, diz que a resolução fundamentada à providência cautelar sobre a privatização da TAP foi entregue esta quinta-feira ao Supremo Tribunal Administrativo, desvalorizando os argumentos da Associação Peço a Palavra.

 "Não vale a pena perder tempo com argumentos mais ou menos imaginativos de quem pretende travar a privatização da TAP", afirmou Luís Marques Guedes em conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros, reunião em que foi aprovada a resolução fundamentada que invoca o interesse público da privatização do grupo.

Em declarações aos jornalistas, Marques Guedes escusou-se a adiantar de que forma o Governo rebateu a fundamentação da providência cautelar interposta pela Associação Peço a Palavra, que refere a inexistência de um concurso público para a contratação de duas entidades independentes para a avaliação económico-financeira da companhia aérea, como prevê a Lei-Quadro das Privatizações.