Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Madeira ganha €43 milhões e viagens mais baratas

  • 333

HOMEM DE GOUVEIA/ LUSA

E há mais uma novidade: vai ser aberto um concurso internacional para assegurar a ligação por ferry entre a Madeira e o continente.

Marta Caires

Jornalista

Em visita oficial à Madeira, o primeiro-ministro Passos Coelho sublinhou esta segunda-feira o bom desempenho do Governo Regional "ao longo dos últimos três anos" no que se refere ao programa de assistência financeira, confirmando terem sido já fechados dois dossiês importantes para o arquipélago: o desbloqueio das verbas relativas ao fundo de coesão e avanços em matéria de transportes.

Deste encontro matinal na Quinta Vigia, residência oficial da presidência do Governo Regional, ficou acertado que até ao fim da actual legislatura estará garantido na lei um teto máximo no preço das passagens aéreas entre a Madeira e o continente. O valor estabelecido para residentes e doentes é de 86 euros, enquanto para os estudantes o valor desce para 65 euros. 

Miguel Albuquerque precisou que este esquema é "semelhante ao que vigora para os Açores, mas tendo em conta uma regra de proporcionalidade", justificada pelas diferentes distâncias em causa.

Além da descida do custo das passagens aéreas, uma exigência há muito defendida pelos ilhéus, Passos anunciou que serão desbloqueados 43 milhões de euros do Fundo de Coesão Regional, a serem transferidos ainda durante este ano. Segundo o primeiro-ministro, este acréscimo nas transferências do Estado para a região são uma consequência da revisão em baixa do PIB da Madeira. Neste momento, o valor do produto interno bruto madeirense é de 75% da média europeia. 

Estes 43 milhões de euros serão todos aplicados na amortização da dívida regional. Pelo menos terá sido esse o compromisso entre os dois executivos. A revisão do PIB resulta do facto de ter saído das contas o Centro Internacional de Negócios. 

Ligação marítima mais demorada
Ainda dentro do dossiê dos transportes, mas desta vez ao nível das ligações por via marítima entre o continente a a região autónoma, o Governo nacional reconhece que o processo demorará mais tempo. Ainda assim, disse Passos, ficou decidido "avançar com uma equipa técnica" que "avaliará a melhor rota" para essa ligação. Mal desteja definida essa rota, será lançado um concurso público internacional. 

A visita oficial de Pedro Passos Coelho à Madeira prosseguiu durante a tarde com uma visita à zona franca e termina esta terça-feira com passagem pelo Porto Santo. 

Antes, já o o chefe do Governo Regional adiantara que vai ser aberto um concurso internacional para assegurar a ligação por ferry entre a Madeira e o continente.