Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ministro alemão. "Haverá um choque político a atravessar a Europa se a Grécia sair do euro"

  • 333

Governante alemão participou num debate com Rui Machete. Ministro português foi ainda mais categórico: "Se a Grécia sair do euro, é um enorme falhanço para a Grécia, mas seria um choque terrível para a Europa".

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steinmeier, reconheceu esta quarta-feira que "vai haver um choque político a atravessar a Europa se a Grécia sair do euro". As declarações foram proferidas num debate com Rui Machete, na Fundação Gulbenkian, em Lisboa, no âmbito do 3º Fórum Portugal-Alemanha.

O ministro alemão, que é membro do SPD, havia anteriormente afirmado que "nós queremos que a Grécia se mantenha na zona euro, mas este país tem de dar o seu contributo" para tanto. "É uma questão premente, de dias, de falta de liquidez, e por isso as instituições estão a fazer grande pressão para negociar com os gregos para ver que posições poderão ser tomadas nos próximos dias."

Segundo Steinmeier, o primeiro-ministro grego "está muito consciente das consequências da saída da Grécia do euro", contudo não é da opinião que um referendo resolvesse a situação. "As consequências vão ser nefastas, e não sei o que significa para a Europa se não conseguirmos resolver o problema grego."

Curiosamente, foi o ministro português que se mostrou muito mais assertivo em relação a este tema. "Se a Grécia sair do euro é um enorme falhanço para a Grécia, mas seria um choque terrível para a Europa, seria o falhanço do seu projeto mais importante", afirmou.

Foi só depois desta sua afirmação que Steinmeier reconheceu que, se tal ocorresse, haveria um choque político na Europa.

Machete disse ainda que na consideração desta questão não basta falar do aspecto económico. "Não chega", afirmou. "Há que fazer todos os esforços até ao limite do possível", concluiu.