Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa promete discussão "mais fina e focada" das propostas controversas do PS

  • 333

António Costa falava na sessão de encerramento de um debate sobre o Serviço Nacional de Saúde, promovido pelo PS em Coimbra

PAULO NOVAIS

Em causa está o projeto de programa eleitoral dos socialistas. TSU é um dos temas mais controversos.

O secretário-geral do PS, António Costa, admitiu na noite de quarta-feira proceder a partir de agora a uma discussão mais focada sobre as matérias mais controversas constantes no projeto de programa eleitoral, caso da redução da taxa social única (TSU).

Esta posição do líder socialista foi assumida na sua segunda intervenção na reunião da comissão política nacional do PS, que durou cerca de três horas. Perante observações de dirigentes socialistas a matérias como a redução da TSU em quatro pontos percentuais (quer para empregadores, quer para trabalhadores), a introdução de um contrato único ou as políticas de atração de emigrantes, Costa admitiu a necessidade de uma discussão "mais fina e mais focada" desses temas.

O projeto de programa eleitoral dos socialistas continuará a ser debatido no domingo em reunião da comissão nacional do PS. Nessa reunião, ao contrário do que aconteceu nesta comissão política, o documento em debate já estará completo, com a junção do capítulo que resulta das medidas constantes no cenário macroeconómico.

O programa eleitoral do PS terá a sua aprovação definitiva a 6 de junho, durante uma convenção nacional do partido, que se realizará no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.