Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Manuel Alegre compara atual UE ao Bloco de Leste de Brejnev

  • 333

Lucília Monteiro

O histórico socialista diz que na atual União Europeia parece vigorar “a teoria da soberania limitada” e que é preciso despertar nos portugueses “um sentido de futuro” que faça frente ao “pensamento único”.

“Isto faz-me lembrar a teoria de Brezhnev na União Soviética… uma soberania limitada”, afirmou Manuel Alegre esta quarta-feira à noite na SIC Notícias, comparando a atual situação da União Europeia com a lógica que foi imposta aos países do antigo bloco de leste comunista.

O histórico do PS disse que, numa altura em que se avizinha a campanha eleitoral, cabe aos líderes políticos lançar “um debate pelos valores, pela liberdade, no sentido da responsabilidade e de resistência àquilo que nos querem impor, ao pensamento único”.

“Há sempre alternativas”, acrescentou, considerando que “Portugal deixou de ter uma voz” e que é preciso “despertar um sentido de futuro” nos portugueses, não ceder ao conformismo nem ter medo da palavra “pátria”. 

Ainda em relação aos incidentes ocorridos no domingo passado em Guimarães, Alegre disse que uma houve uma imagem que o deixou “verdadeiramente perplexo”, a do assalto aos armazéns do Guimarães. “Não eram marginais, eram mães e filhos (…) Isto significa uma desestruturação da sociedade (…) O país está doente.”