Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Nóvoa tem sede, tesoureiro, chefe de campanha e porta-voz. Faltam os votos

  • 333

Luís Barra

Começam esta semana as obras na sede, que fica na Rua Dom Luís I, em Lisboa. Mesmo ao pé do Parlamento. Sampaio da Nóvoa está em campanha. Mas, por enquanto, em salas fechadas.

Colegas de Sampaio da Nóvoa quando foi assessor de Jorge Sampaio em Belém, entre os quais um ex-chefe da Casa Civil, personalidades do mundo académico, dirigentes associativos dos estudantes da época em que o agora candidato era reitor da Universidade Clássica de Lisboa, um vereador de Lisboa e uma fundadora do partido Livre vão integrar a comissão executiva da candidatura. Ana Catarina Santos, jornalista da secção política da TSF, será assessora de imprensa do candidato a Presidente da República e sua porta-voz. É a última entrada na equipa, que está quase finalizada. O candidato tem já sede, que arranca esta semana com obras para poder albergar o staff da campanha eleitoral.

A agenda do candidato presidencial ainda não está fechada. Para esta semana apenas estão previstas três iniciativas, duas no Porto e uma em Lisboa. Todas conferências ou seminários em que Sampaio da Nóvoa vai intervir e que serão dedicados a temas da Educação e da Saúde.

Entretanto, as bases de organização da campanha eleitoral estão praticamente terminadas. A lista ainda não está completa, mas fonte da comissão que está a organizar a estrutura de campanha de António Sampaio da Nóvoa disse ao Expresso que os ex-conselheiros do antigo Presidente Sampaio - Gustavo Cardoso (juventude e redes sociais) e Pedro Reis (assuntos regionais, cargo que já tivera no tempo de Mário Soares) - estão entre os nomes certos. João Serra, que foi assessor politico de Sampaio e chefe da Casa Civil, está a trabalhar na candidatura desde a primeira hora, mas não deverá ficar naquele órgão, pois integrará, muito provavelmente, a comissão política.

Do grupo de ex-dirigentes estudantis que vão acompanhar Nóvoa faz parte o militante socialista e candidato em 2005 pelo PS à Câmara de Mafra, José Romano, que será diretor de campanha. David Xavier, outro ex-dirigente estudantil, foi administrador da Universidade  e será o mandatário para as Finanças. Do coro de antigos estudantes contam-se ainda João Marecos e Ana Moutinho, que, depois de ter sido chefe de gabinete do antigo reitor, se está a ocupar das relações com a Comunicação Social.

Manuel Lisboa, Lúcia Amante, David Rodrigues são os académicos amigos de Sampaio da Nóvoa que integram a comissão executiva. Dela fazem ainda parte o vereador de Lisboa João Afonso, eleito pela lista de Helena Roseta, e Marta Loja Neves, que trabalhou no Parlamento Europeu e é do Livre.

Sampaio da Nóvoa criou, entretanto, uma organização, a Portugal 2016 - Associação de Cidadãos, em nome da qual serão registadas as despesas e donativos até que a candidatura esteja formalizada junto do Tribunal Constitucional.