Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PS perdeu "uma referência", diz António Costa

  • 333

O secretário-geral do PS elogia a dedicação e competência do socialista Eduardo Pereira, que morreu no sábado, aos 87 anos. Foi ministro da Habitação e da Construção no primeiro Governo Constitucional e ministro da Administração Interna no Governo do Bloco Central. 

O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou este domingo que o seu partido perdeu "uma referência" com a morte do antigo ministro e dirigente socialista Eduardo Pereira, destacando a sua competência reconhecida e dedicação à causa pública.

Eduardo Pereira, antigo ministro do I Governo Constitucional (1976/1978) e do Governo do "Bloco Central" PS/PSD (1983/1985) faleceu no sábado à noite, aos 87 anos, anunciou este domingo a concelhia socialista de Sesimbra.

"Em meu nome pessoal e do PS quero expressar o mais profundo pesar pelo falecimento do nosso camarada Eduardo Pereira, que tantos e tão significativos serviços prestou ao PS e ao nosso país", refere António Costa numa nota enviada à agência Lusa.

António Costa salienta depois que, como dirigente socialista e como governante, "o engenheiro Eduardo Pereira foi de uma dedicação e de uma competência reconhecida por todos, dentro e fora do PS, sempre na linha da frente do combate pelos ideais que professava". 

"Demonstrou-o bem como ministro da Habitação, Urbanismo e Construção do I Governo Constitucional e, mais tarde, como ministro da Administração Interna do IX Governo Constitucional. Com o seu desaparecimento, o PS perde uma referência e um grande camarada que nunca virou a cara à luta e que deixa uma memória indelével a quem com ele contactou. Apresento em meu nome pessoal e em nome do PS as nossas mais sentidas condolências à família, cuja dor compartilhamos", acrescenta o líder socialista na sua nota.