Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD/Açores não quer Mota Amaral deputado

  • 333

Duarte Freitas prepara dispensa de Mota Amaral das listas. Berta Cabral pode substituí-lo.  

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, quer substituir Mota Amaral na Assembleia da República, em nome da "renovação". O ex-líder regional e ex-presidente da Assembleia da República e uma boa parte dos históricos do partido não querem acreditar, e a reunião da Comissão Política Regional, marcada para hoje, promete ser de rutura.



O líder histórico dos Açores insiste que está "disponível para continuar" na AR e tem mostrado publicamente a sua disposição de vender caro o afastamento de deputado pelos Açores. Mas Duarte Freitas tem-se mantido inflexível no rumo traçado no congresso: autonomia na estratégia e renovação no partido.



As decisões estão tomadas, não vai haver coligação nos Açores, e a lista de deputados vai mesmo mudar, com o nome de Berta Cabral, atual secretária de Estado da Defesa, próxima de Passos Coelho, a circular como hipótese para substituir Mota Amaral.



O dramatismo à volta da questão tem vindo a crescer, sobretudo desde o congresso regional de há um mês. Amaral queria que o congresso tivesse discutido a questão das listas, mas não conseguiu, segundo ele atendendo a um pedido do próprio Duarte Freitas. Daí para cá, Mota Amaral tem vindo a intensificar, em entrevistas aos jornais locais, a reafirmação da sua "disponibilidade", contra a liderança do partido.



O ex-líder regional entrou em São Bento em 1969. "Curioso número", como disse o próprio, um dia, na AR.