Siga-nos

Perfil

Expresso

A Beleza das Pequenas Coisas

D. Duarte Pio: “Desde 1910 que a moral republicana só funciona em ditadura”

Apesar de ser um adepto da democracia e da liberdade, D. Duarte Pio, duque de Bragança e chefe da Casa Real Portuguesa, defende que o país seria mais livre e menos corrupto se voltasse a ser governado por um regime monárquico. Ou seja, por ele, dado que é o herdeiro do trono português. “Há uma tolerância geral no país para a pequena corrupção. E isto tem que ver com a falta de motivações morais e espirituais.” Sobre o atual chefe de Estado português chega a dizer: “O Presidente Marcelo atua como um rei, pela sua inteligência política”. E revela que um Presidente dos Estados Unidos chegou um dia a incentivá-lo a candidatar-se à Presidência da República. Uma conversa onde fala ainda do seu amor, Isabel de Herédia, das razões para uma paternidade tardia, e em que ficamos a saber que até se ri das caricaturas que fazem dele. “Desde que não me ponham gago. Que é uma coisa que eu não sou.” Para ouvirem neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

Assinar no iTunes: http://apple.co/2mCAbq2
Assinar no Soundcloud: http://bit.ly/2nMRpRL
Se usar Android, basta pesquisar A Beleza das Pequenas Coisas na sua aplicação.

Ainda neste episódio, como já é hábito, no final pode conhecer mais um testemunho da rubrica “Toda a Gente Tem Uma História”. Desta vez quem nos conta é o Nuno, de 20 anos, a viver em Lisboa (prefere não revelar mais sobre si) que aqui partilha o fim de uma história de amor e a forma como superou uma depressão.
Este é um convite que lançamos semanalmente aos ouvintes para que nos contem também as suas experiências e relatos, maiores do que a vida, ou tão simples como ela pode ser.
Podem ainda gravar um áudio comentando os episódios que mais gostaram e as vossas razões.
Enviem-nos os vossos textos e áudios, comentários e sugestões, para: abelezadaspequenascoisas@impresa.pt
Até para a semana, e boas conversas!