Siga-nos

Perfil

Expresso

A Beleza das Pequenas Coisas

A Bela e os monstros que transforma em arte

Bela é a sua obra, Bela é o seu nome e bela é a capacidade para transformar os ‘monstros’ do quotidiano (e da história) em objetos artísticos inspiradores. Este é o mês da artista plástica Bela Silva, que tem três exposições em simultâneo em Lisboa. Mas este é também o seu ano: chegou aos 50 e celebrou a vida numa viagem marcante até ao Peru. Um mote para uma conversa bem-disposta que mistura os caminhos da sua arte, com a aventura de subir de havaianas o Machu Picchu até ao engate azarado de uma amiga - a ‘madame caganita’. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

Bernardo Mendonça

Bernardo Mendonça

Entrevista e ilustração

Jornalista

João Santos Duarte

João Santos Duarte

Edição sonora

Jornalista

Carlos Paes

Carlos Paes

Grafismo animado

Infografia

Bela Silva é a autora dos azulejos do metro de Alvalade, criou peças para a Bordallo Pinheiro e Viúva Lamego, foi ilustradora do “The New York Times”, tem painéis no Japão, uma galeria que a representa em Paris e um ateliê em Bruxelas. De volta a Lisboa por uma breve temporada, naquela que é a cidade do seu coração, tem neste momento três exposições que podem ser visitadas até o final de dezembro: “Desoriented Express”, no Museu do Oriente [Av. Brasília Doca de Alcântara Norte]; “Zotten” (Malucos), na galeria Alecrim50 [Rua do Alecrim, nº50], e “Facing Forward” na galeria Objectismo [Rua D.Pedro V, 55].

“Zotten” mistura em tela pinturas com colagens de figuras que colecionou de revistas e livros. Em “Facing Forward” transformou capas de livros em palcos para pequenas figuras animalescas resgatas de feiras. E em “Desorient Express” colocou em diálogo obras de cerâmica - que fazem lembrar algas e outras maravilhas das profundezas do mar - com as peças da coleção permanente “A Presença Portuguesa na Ásia – dos séculos XVII a XIX.” O resultado é inusitado e mostra como a arte contemporânea portuguesa pode conviver com peças que marcaram a nossa história no mundo. Este é ponto de partida para uma conversa hilariante com Bela Silva que mistura a história de uma tal de 'madame caganita', os caminhos da sua arte e a grande viagem da sua vida, feita este ano ao Peru para celebrar os 50 anos. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”. Uma conversa também disponível no iTunes, onde pode assinar, classificar e comentar o programa.